Toki wo Kakeru Shoujo – Tanaka Análise

Post Toki Wo Kakeru Shoujo

Voltando com os textos da coluna “Somos Todos Tanaka”, um espaço do site cedido para qualquer um que queira produzir algum conteúdo, seja ele texto, vídeo, áudio ou qualquer outra ideia maluca que surja na cabeça e que ache interessante ser compartilhada. É uma forma de incentivar você que queira falar sobre alguma coisa que gosta e que precisa de algum espaço. Basta apenas enviar seu material para portaltanaka@gmail.com que nós iremos avaliar e publicar. Seja você também um Tanaka e também tenha sua voz ouvida!

Dessa vez, o espaço dessa coluna é cedida para Douglas Barbosa, que nos trás uma review com spoilers do filme Toki wo Kakeru Shoujo (The Girl Who Leapt Through Time).

Toki.wo.Kakeru.Shoujo.full.879592

Toki wo Kakeru Shoujo (A Garota que Saltou Através do Tempo) é um filme animado produzido em 2006 pelo estúdio Madhouse, dirigido por Mamoru Hosoda e escrito por Satoko Okudera. O anime também ganhou uma série de prêmios japoneses, dentre eles, o Japan Academy Prize, como melhor animação daquele ano (2007), e um prêmio internacional de melhor dublagem na versão em inglês do filme, o Young Artist Awards. O filme é baseado em um livro de mesmo nome, publicado em 1967, cujo autor original é Yasutaka Tsutsui. Porém, o enredo do anime segue uma história diferente e com outras personagens.

Este filme conta a história de Makoto Konno, uma estudante colegial, que era muito sortuda e tinha uma boa intuição, porém, por alguma razão, ela é atingida por uma grande onda de azar que atrapalha a sua rotina. Após um incidente durante seus afazeres escolares, Makoto descobre que ganhou o poder de voltar no tempo, após evitar a sua morte em um acidente com sua bicicleta. Com isso, Makoto começa a usufruir deste poder para si própria, porém, mal ela esperava que isso fosse afetar as pessoas a sua volta, principalmente, seus dois melhores amigos: Chiaki e Kousuke.

GirlWhoLeapt

Toki wo Kakeru Shoujo é um filme muito bom que apresenta uma história, aparentemente simples, e uma boa animação acompanhada de uma arte que não é muito comum nas produções nipônicas. A história do filme faz jus ao seu universo. Por ser um ambiente escolar, com personagens com vidas normais de estudante, a motivação da protagonista se encaixou perfeitamente. Makoto, ao ganhar o poder, não chegou a pensar em nenhum momento: “Ah, agora com o poder de voltar no tempo, eu posso mudar a história do mundo…”, ou seja, a história é bem “pé no chão” para o seu universo. O desenrolar da história, em relação ao uso do poder pela Makoto, foca-se nas trivialidades da rotina dela, como: comer o pudim antes da irmã, pegar as respostas das provas para tirar boas notas, não chegar atrasada na escola, etc. Percebemos que a personagem usava o poder para si própria. Uma coisa bem normal e esperada. Mas é nessas pequenas atitudes que a história vai tomando proporções maiores.

The girl who leapt through time (2)

A trama toma grandes proporções pelo simples fato de Makoto não perceber o que aquilo que ela faz está causando a sua volta. Isso contribui para a construção da personagem e a torna mais “humana”. Inicialmente, a Makoto usa o poder adquirido para mudar coisas triviais de sua rotina. A história fica um pouco mais séria a partir do momento que a Makoto começa a envolver outras pessoas nesses atos de voltar no tempo. A partir desse momento, Makoto tenta reverter às próprias ações tomadas que já tinha revertido, mas isso só piora as coisas e gera fortes consequências. Isso pode parecer um pouco confuso, não é? Mas isso não é uma falha de roteiro, pois foi uma escolha proposital. Essa confusão de reverter o que já tinha revertido e tentar reverter de novo (risos), contribuiu para a confusão mental da protagonista. Todos esses processos de reversão acabam saindo do controle.

TheGirlWhoLeaptThroughTime-3

Inicialmente, Makoto tenta juntar um de seus amigos, Kousuke, com uma estudante caloura. Ao mesmo tempo, ela tenta impedir que seu amigo, Chiaki, se confesse para ela, pois ela ficou receosa em embarcar em uma relação amorosa com ele. Mais uma vez, vemos que Makoto só pensou nela. Reparamos que a protagonista está pensando em si própria, novamente. Além de ela envolver os seus amigos, a personagem principal altera drasticamente as ações a sua volta que também envolvia seus amigos. A exemplo disso, temos o garoto que sofreu bullying dos colegas de classe por ter causado confusão na aula de culinária (que, na verdade, a confusão era algo que a Makoto tinha causado inicialmente, mas ela reverteu); a sua amiga que foi ferida durante o mesmo incidente. Outro fato interessante sobre o uso desse poder é que pelo simples fato de Makoto poder voltar no tempo, ela se acha capaz de poder controlar até o amor.

O clímax das ações da protagonista é atingido quando ela tenta evitar a morte de seu amigo e da caloura que acompanhava ele, em sua bicicleta com problemas (fato interessante disso, já que Makoto morreu por causa da mesma bicicleta que apresentava problemas no freio). Nesse momento, ela sente o desespero e percebe que tomou atitudes erradas. Outro fato seria o número de viagens que estava indicado no braço dela e que tinha acabado quando tentou evitar a morte do amigo. A partir desse momento, temos uma revelação inusitada.

sasadd

Após a personagem principal ter entrado em estado de desespero, o seu amigo Chiaki se revela como um viajante do tempo. A partir desse momento, temos o início de um pequeno romance entre os dois. Por causa das divergências temporais do Chiaki não poder ficar ali por mais tempo, Makoto acaba lamentando e nota que tinha causado grandes complicações e que não tinha como resolver. No entanto, ela consegue mais uma chance pra resolver essa situação. Embora, particularmente, eu tenha achado isso um meio de dar um final feliz para a história e aliviar o sofrimento dela, acharia muito mais interessante ela conviver com tudo aquilo. Mas o fato de ela ter recebido mais uma chance, até tem sentido e não prejudicou o roteiro. Isso até contribuiu com o desenvolvimento da protagonista fazendo ela perceber o impacto de suas ações a sua volta e criou um momento bonito que encerrou o filme (cena final do cafuné).

cafune

Bem… Toki Wo Kakeru Shoujo (The Girl Who Leapt Through Time) é um filme muito bom, com uma história simples que te faz gostar das personagens ali criadas, em meio a um universo simples. A animação, para o ano, está boa, e a arte ali usada para os quadros, achei bem bacana; não é algo muito decorrente em animes também, o que adiciona um “tempero” a mais à experiência visual. Ao assistir este anime, lembrei-me de Steins;Gate, já que ambos tem propostas mais ou menos parecidas. Então para quem viu Steins;Gate e gostou, pode achar interessante Kakeru Shoujo.

 Eu gostei de assistir Toki Wo Kakeru Shoujo. Vejam, vale a pena!

finalscenes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s