Retrospectiva Tanaka 2015 – Games

Post Retrospectiva 2015 - Games

Como um complemento para o Tanaka Awards, o Tanaka traz a vocês a retrospectiva do ano de 2015 nos meios englobados pelo escopo do site. Desde os games japoneses até os mangás no Brasil, passando para relembrar aqueles que nos deixaram e falando, é claro, do que houve no mundo dos mangás e animes.

Serão 5 postagens, com um texto por dia. Começando hoje, 11/01, segunda-feira, e terminando sexta-feira, 15/01. No sábado, será publicada uma postagem com os pré-indicados do Tanaka Awards 2015. O conteúdo no site continua normalmente. O Sabaki com a série sobre os personagens de Evangelion, publicando o texto sobre a Rei amanhã, o WINNIN será publicado sábado e o Igor ainda essa semana volta a publicar as reviews dos capítulos de Berserk. Tudo normal.

E para quem não conhece a iniciativa do TA (Tanaka Awards): ela é uma premiação dos melhores animes do ano de 2015. Tem 29 categorias e contou com a participação da opinião do público nas redes sociais, na fase de pré-indicação. No momento, o esquadrão Tanaka está assistindo e debatendo sobre os animes defendidos por vocês (e alguns que nós mesmos pesquisamos e/ou assistimos) para decidir quem competirá nas finais e, eventualmente, vencerá. E como dito, após as postagens de retrospectiva, os pré-indicados do prêmio serão publicados aqui no site.

Se quiser saber mais sobre o projeto e mesmo opinar em algumas categorias (sim, ainda há tempo!) pode clicar aqui! E aproveite e nos acompanhe nas redes sociais 😉

Estamos começando a retrospectiva pelos games! Sim, eles mesmos. De uma mídia tão afastada das animações e dos quadrinhos, mas que ainda assim, no Japão, é muito influenciada pelos animes e pelos mangás. E esse ano teve coisa, viu!? Sem mais delongas…

2015 - E3

A E3 2015 certamente ficará marcada na história dos jogos, principalmente por conta da inesquecível conferencia da Sony que desenterrou e trouxe a vida alguns dos sonhos mais fervorosos que os jogadores de videogame tem, quebrando mitos e causando muita frenesi e emoção em quem estava assistindo o evento.

Em uma noite lendária a qual todos fomos pegos totalmente de surpresa, vimos The Last Guardian emergindo de seu sono de sete anos e nos mostrando que ele nunca esteve morto, muito pelo contrário, nos mostrando que ele está mais vivo do que nunca e que em breve poderemos jogar essa nova obra prima de Fumito Ueda, que promete honrar o legado que Ico e Shadow of the Colossus construíram.

Passada toda a euforia causada por The Last Guardian, a Sony resolveu mexer outra vez com os sentimentos dos jogadores derrubando outra lenda, um remake de Final Fantasy VII. Esse remake que quiçá era o remake mais aguardado por qualquer jogador de videogame, de repente passou a ser real e estava ali, na tela da conferência. Pudemos ver Cloud mais uma vez e ter aquela sensação nostálgica que um companheiro de longa data está de volta, era como estar em uma noite mágica.

No fim, quando a noite não parecia poder ser melhor, Yu Suzuki veio a palco para contar que a história de Shenmue está incompleta e que ele, por meio de um financiamento no Kickstarter, quer trazer o terceiro capítulo dessa franquia que é uma mais queridas de todos os tempos, levando o publico as lágrimas em meio a aplausos.
Quebrando recordes de arrecadação em poucas horas, Shenmue 3 vai acontecer, é real, um dos jogos mais pedidos de todos os tempos, em breve estará em nossas mãos.  O jogo foi a cereja do bolo de um evento perfeito e inesquecível em uma noite que sonhos se tornaram realidade.

2015 - Kojima

2015 foi um ano conturbado para Hideo Kojima que protagonizou uma grande novela envolvendo a Konami que se perdurou durante o ano inteiro.

Em 2015, a Konami deixou Kojima, que pode ser considerado como o mais famoso produtor da empresa, na geladeira. A empresa retirou o nome de Kojima das caixas do seu novo game Metal Gear Solid V: The Phantom Pain e cancelou a produção do novo game da franquia Silent Hill que, além da produção de Kojima, tinha a participação do cineasta mexicano Guilhermo del Toro e do mangaká Junji Ito.

Segundo o jornal japonês Nikkei, um dos problemas que motivaram a Konami a afastar Kojima teria sido o alto orçamento de “Metal Gear Solid V” que chegou aos US$ 80 milhões no custo de sua produção durante os seis anos de desenvolvimento.

Foram meses de agonia girando em torno de polêmicas e boatos acerca de uma possível saída de Kojima da Konami até que o próprio desenvolvedor veio a publico em uma entrevista confirmando que esse fato era real. Ele se desligou da desenvolvedora japonesa depois de 30 anos de serviços, encerrando sua história na empresa após lançar o ultimo jogo sob sua tutela da franquia mais aclamada dessa união entre ele e a Konami: Metal Gear Solid V: The Phantom Pain.

O último trabalho de Kojima na Konami foi um enorme sucesso, gerando uma receita de 180 milhões de dólares apenas no primeiro dia de lançamento, mas, apesar disso, a decisão da Konami de não contar mais com Kojima já estava tomada.

Após todo o ocorrido, tudo indica que a Konami passará a investir mais no mercado de jogos mobiles, principalmente focando no mercado japonês, que é grande consumidor desse tipo de mídia. Ainda assim, a Konami diz que não vai parar de lançar jogos da série Metal Gear e muito menos Pro Evolution Soccer, que é o principal carro chefe da empresa.

Mas imaginar um jogo da série Metal Gear sem o nome de Kojima na produção acaba sendo um absurdo sem tamanho. Ninguém trará ou sequer emulará a mesma visão e refinamento que o Kojima trazia a cada novo jogo da franquia, buscando sempre em trazer inovação para o gênero e mudando paradigmas. A Konami não só perdeu seu principal produtor como também afundou qualquer chance de um novo Metal Gear chegar aos pés dos outros jogos da série.

2015 - Metal Gear

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain foi o último jogo da franquia Metal Gear o qual Hideo Kojima esteve envolvido na produção. O jogo trouxe capítulo final da saga de Big Boss e unificou a linha do tempo de Metal Gear, contando como Big Boss deixou de ser um herói de guerra para se transformar em um dos maiores vilões da franquia. 

Ao longo da franquia de quase 30 anos, Kojima esteve sempre se reinventado e testando novos elementos e mecânicas a medida que buscava inovação. Passando de  jogo de espionagem a sobrevivência na selva, estratégia, gerenciamento, entre muitos outros exemplos, Metal Gear é o maior exemplo de um casamento bem sucedido entre cinema e jogos, revolucionando na forma de se contar uma história através de uma narrativa que usa muito da metalinguagem para surpreender o jogador com acontecimentos dentro e fora da tela. Assim, criando tendências sólidas de gameplay que viriam a servir de inspiração para diversos jogos futuros.

E em Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, Kojima não poderia deixar de se reinventar mais uma vez. E, desta vez, se reinventar de uma forma definitiva, unindo tudo que a série já apresentou sob uma nova perspectiva de mundo aberto que se acomoda de acordo com o estilo do jogador, combinando com um gameplay eficiente e renovado que casa totalmente com a ideia de liberdade, permitindo o jogador a agir a bel prazer para realizar as missões em sua jornada.

Em sua despedida, Kojima deixou em nossas mãos seu maior e mais ambicioso projeto, e certamente o ápice de seu trabalho como desenvolvedor de jogos. Deixando um pouco de lado seu estilo autoral em prol de uma experiência na qual o jogador tem total liberdade na construção de suas histórias no campo de batalha, Kojima nos trouxe um carta de despedida em branco na qual não é o próprio Kojima que escreve uma história, mas sim aqueles quem estão jogando e tendo como base as suas experiências individuais no jogo.

Hideo Kojima deu uma aula de como produzir um jogo e inovar em um mercado saturado e cheio de vícios, entregando um jogo que faz jus a tudo que a franquia construiu e eleva o patamar de qualidade de um jogo a outro nível. Uma experiência única a qual todos apreciadores de videogame devem ter, independente de serem fãs ou não da franquia.

2015 - Novo Estúdio

Após a conturbada saída da Konami, Hideo Kojima inaugurou seu novo estúdio independente de jogos, o Kojima Productions, e fechou uma parceria com a Sony para o seu primeiro projeto: uma nova franquia que Kojima diz ser “vanguardista”.

E em sua primeira entrevista após deixar a Konami, Kojima falou um pouco sobre seu novo estúdio contando que o foco da Kojima Productions não será apenas o desenvolvimento de jogos, podendo considerar a produção de filmes, animações e qualquer outra coisa relativa a conteúdo digital. Ele também fez questão de deixar claro que está muito interessando em trabalhar com o diretor Guilhermo del Toro, seja em um jogo, um filme, um anime ou qualquer coisa.

A nova Kojima Productions também ganhou uma logomarca. “Parece com um cavaleiro medieval em um traje espacial”, disse Kojima em seu perfil oficial no Twitter. “Ela expressa a visão de ‘almejar um novo mundo com a mais recente tecnologia e o espírito de pioneirismo”.

Hideo Kojima está de volta e com sede para começar do zero, e ver um estúdio que visará abranger diferentes tipos de mídias só faz com que nós fãs de entretenimento em geral tenhamos que agradecer por ver Hideo Kojima livre de suas correntes e com vontade e liberdade para dar vida a novas ideias de sua cabeça revolucionária.


2015 - Iwata

Em comunicado oficial divulgado no dia 12/07/2015, a empresa japonesa Nintendo informou que o seu presidente, Satoru Iwata, morreu aos 55 anos. A causa da morte, segundo a companhia, foi um câncer nas vias biliares, problema que já havia sido tratado anteriormente.

Durante a E3 2015, Iwata foi submetido a uma cirurgia para remover um tumor no ducto biliar. Na ocasião, ele foi representado por um fantoche durante o evento.

Satoru Iwata assumiu o cargo de presidente da Nintendo em 2002, mas antes disso havia trabalhado como programador e designer em títulos como Super Smash Bros. e Earthbound, onde foi fundamental para garantir a conclusão do desenvolvimento. Como presidente foi um dos principais responsáveis pela estratégia de divulgação do GameCube, em 2001, um dos grandes sucessos da companhia, ajudando a aumentar em 40% o faturamento da empresa. Iwata estava na Nintendo desde 1983 e foi o quarto presidente da empresa, Com sua morte, Shigeru Miyamoto e Genyo Takeda assumiram o papel de diretores interinos.

Muito mais que um líder de negócios, a Nintendo perdeu um exemplo de pessoa e uma figura carismática a qual a maneira de fazer videogame foi única e fará falta no mercado, mas apesar disso, seu legado continuará eternamente, principalmente nos amantes da empresa japonesa.

2015 - Mobile

Após anos marcados por crises financeiras e negações acerca de uma possível mudança em seu tradicional estilo de fazer jogos, a Nintendo resolveu deixar de teimosia e resolveu investir no mercado de jogos para dispositivos móveis.

A lendária empresa japonesa de 126 anos se rendeu às pressões da indústria e anunciou uma parceria com a DeNA Co., uma das principais companhias relacionadas ao desenvolvimento para o mobile no Japão, país que consome muito mídia do tipo.

A aliança entre as duas empresas tem como objetivo ampliar o alcance da Nintendo no vasto mercado de usuários de smartphones pelo mundo, e fortalecer o negócio de jogos em uma escala global, tendo como base as propriedades intelectuais da Nintendo.

Um passo muito importante da empresa que tem um grande potencial de aumentar o seu publico consumidor, pois ela certamente entrará de cabeça no negócio entregando produtos com a qualidade a qual sempre procura manter.

Em um mundo moderno e conectado como nosso, é muito interessante que uma empresa importante no mundo dos videogames quebre um pouco de seu total tradicionalismo em prol de acompanhar as tendências das novas gerações, não deixa de ser uma adaptação de um estilo arcaico e engessado para algo mais jovial que segue as tendências inovadoras do mundo. A Nintendo só tem a ganhar com essa decisão pois certamente trará novas alegrias para seus fãs.

2015 - Pokemon Go

Fruto do casamento da Nintendo com o mercado mobile, Pokemon Go foi anunciado com a proposta de utilizar realidade aumentada para que os jogadores possam caçar pokémons em lugares públicos durante o seu dia a dia.

Desenvolvido pela Niantic, uma companhia nascida dentro do Google, o projeto visa realizar o sonho de muitos fãs de Pokémon que é trazer os pokémons para nossa vida mundana. Se utilizando da mesma dinâmica dos outros jogos da franquia: caçar e coletar todos os pokémons, além de batalhar com amigos e realizar trocas. O jogo usará a realidade aumentada para trazer monstrinhos para o nosso mundo real e para jogá-lo será necessário o download de um aplicativo em seu smarthphone que avisará se um Pokémon está por perto com base no GPS do celular e na localização do jogador.

Além do jogo, também será lançado em 2016 um aparelho chamado Pokémon Go Plus, que está sendo desenvolvido pela Nintendo e terá como função emitir sinais luminosos quando um pokémon estiver por perto, sendo conectado via Bluetooth com o celular do jogador.

plus

Pokémon tem uma base de fãs absurdamente grande ao redor do mundo que certamente estarão dispostos a capturar todos os pokémons presente no aplicativo. É uma garantia de sucesso garantida pois é como se fosse um sonho se tornando realidade, mas claro, para isso o projeto tem que mostrar que não é só teoria e que na prática irá cumprir de maneira bem feita aquilo que vem prometendo.

2015 - PS2

No dia o4/05/2015 o Playstation 2 completou 15 anos de existência. Considerado o videogame que mais vendeu na história, chegando aos incríveis 155 milhões de consoles comercializados, o Playstation 2 ajudou a Sony a se consolidar como uma das maiores empresas da indústria mundial de jogos e também marcou toda uma geração de jovens que buscavam entretenimento.

Com uma biblioteca inigualável e recheada de clássicos com cerca de 11 mil títulos, o Playstation 2 foi certamente o videogame mais importante para a geração atual de apreciadores de jogos pois ele foi o responsável por reforçar o nosso amor pela mídia e também por despertar inúmeras paixões em crianças pela a arte de jogar.

Um companheiro de boa parte da nossa vida que nos proporcionou muitas horas de diversão e os mais diversos tipos de sentimentos através de jogos que levamos até hoje em nossos corações.  Um amigo que jamais será esquecido.

2015 - Cloud

Por meio de uma apresentação da Nintendo Direct, foi revelado inesperadamente que Cloud de Final Fantasy VII, será lutador jogável em Super Smash Bros.

O anúncio de Cloud em Super Smash Bros. chega como uma baita e inesperada surpresa. Ainda que o personagem venha sendo alvo de pedidos há anos pelos fãs, trata-se de um personagem que tem uma certa identificação com o PlayStation, onde Final Fantasy VII e seus principais spin-offs apareceram, sem falar no remake de Final Fantasy VII que foi apresentado exclusivamente na conferencia da Sony na E3 2015. Mas isso não deixa de ser uma grata surpresa para os fãs de Final Fantasy que possuem o console da Nintendo, que poderão matar a saudade de ver o Cloud novamente a ativa enquanto o remake de Final Fantasy VII não chega.

2015 - Laura

Oficialmente apresentada durante a Brasil Game Show 2015, Laura Matsuda é a nova personagem brasileira da lendário série de jogos de luta Street Fighter, sendo a terceira representante do nosso país, depois do clássico Blanka e do veterano Sean Matsuda (que é irmão mais novo de Laura).

Yoshinori Ono, produtor do jogo, explicou como funcionou a concepção por trás da personagem, que passou por três fases: escolher seu estilo de luta, seu golpe principal e seu biotipo. Tendo a capoeira como estilo de luta e a escolha de poderes elétricos, Ono definiu sua nacionalidade devido a sua admiração pela mulher brasileira, o que resultou em um biotipo mais avantajado e roupas ousadas.

É muito legal quando alguma fonte de entretenimento resolve abrir os olhos para o Brasil e homenagear o nosso pais. É uma forma de reconhecimento muito importante num pais que é marcado por escândalos e uma fama negativa mundo afora. Receber tal honra, mesma que seja algo pequeno, não deixa de ser uma representatividade acerca de nossa admiração pelo entretenimento mundial, mostrando o valor que o povo brasileiro tem por outras culturas do mundo, e mostrando que a alegria do nosso pais pode conquistar até mesmo um pais distante e fechado como o Japão.

2015 - Akuma

Revelado durante o King of Iron Fist Tournament 2015, o torneio mundial de Tekken 7, a Bandai Namco trouxe a publico Akuma, personagem clássico da franquia Street Fighter, como o novo personagem de Tekken 7 Fated Retribution. O vídeo apresenta o personagem apresentando fielmente os seus movimentos característicos em uma adaptação ao estilo de luta em 3D de Tekken, incluindo o emblemático e marcante Raging Demon.

O melhor de tudo é que a aparição de Akuma no jogo não se limita apenas em uma participação especial, o personagem fará parte do arco principal da trama, sendo um personagem chave na história que busca acabar com Kazuya e Heihachi a pedido de Kazumi.

E o fato mais importante relativo a essa participação é que ela servirá como teste de adaptação dos lutadores de Street Fighter na jogabilidade 3D de Tekken para o vindouro Tekken vs Street Fighter que está sendo produzido pela Bandai.

Isso não deixa de ser um grande chamariz para os fãs das duas franquias, que poderão aproveitar do melhor dos dois mundos e quem sabe causar um grande rebuliço que gere vindouras novas colaborações de personagens entre os dois jogos.

2015 - Resident Evil

Além de Final Fantasy VII, um outro clássico do mundo dos jogos também teve ser remake anunciado, se trata de Resident Evil 2, fato que confirmado pelo produtor Yoshiaki Hirabyashi em um vídeo onde ele fala diretamente aos fãs.

Um Remake de Resident Evil 2 é pedido há anos pelos fãs da franquia, e todo este suporte e paixão por parte dos fãs foi o que fez com que o projeto fosse finalmente aprovado, mostrando que a indústria está cada vez mais apta a ouvir e seguir a tendência de seu publico. Esse remake acaba vindo em uma boa hora para trazer uma revitalização para a franquia de zumbis que é muito querido pelos jogadores. Os últimos jogos da série principal de Resident Evil foram muito aquém do que a franquia já foi um dia, então remeter ao clássico acaba sendo uma boa maneira de retomar as bases do que é cultuado até hoje e se reinventar em um mercado que esta a cada dia mais saturado de mesmices. É a oportunidade perfeita para a Capcom resgatar um pouco o carinho dos fãs que foram perdendo por conta do declínio da série, agradar aqueles que esperavam fervorosamente por esse anuncio, e buscar inovar sem perder novamente seu charme.

2015 ficará marcado como um histórico para o mundo dos video-games. A morte de Satoru Iwata acabou sendo o fato mais negativo, mas em contraponta tivemos sonhos realizados que a muito eram esperados, trazendo felicidade para contrabalancear a tristeza, deixando um ano com uma sensação ambígua, como se fosse uma ode a vida, que é repleta de coisas boas e ruins, mas representada em forma de nosso amor por vídeo-game. Ídolos partiram, ciclos terminaram, histórias foram resgatadas e legados permaneceram vivos. No fim das contas 2015 acabou sendo um ano importante por nos fazer lembrar da importância dessa mídia em nossas vidas e em quantas alegrias ela nos trouxe e ainda trará, e o mais importante de tudo, nos lembrar que apesar de que algumas coisas chegarão ao fim em algum determinado momento, tudo acaba se renovando com o tempo, nos proporcionando novas experiencias e tendo na memória momentos passados que servem para matar a saudade de algo que se foi. O que nos resta é agradecer a mídia de jogos por tudo que foi construído até hoje e a todos aqueles os quais contribuíram para esta construção pois foram isso possibilitou que em 2015 vivêssemos um ano magico e inesquecível. A vida continua e terminamos o ano renovados para manter a chama dessa querida mídia cada vez mais acesa.

Continue acompanhando o site porque nos próximos dias tem muito mais. E opine sobre o Tanaka Awards que ainda dá tempo!”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s