Um Ano De Portal Tanaka

Aniversário do Tanaka

O Tanaka completou seu primeiro ano de vida. O site surgiu em um grupo do Facebook onde desconhecidos resolveram se juntar para fazer uma brincadeira que depois acabou virando algo sério e cá estamos nós, tentando buscar um espaço na blogosfera trazendo um conteúdo de qualidade.
A ideia do Tanaka sempre foi seguir o lema “Somos Todos Tanaka”, queremos ser um espaço onde qualquer um tenha voz, um antro para aqueles que gostariam de produzir algum conteúdo bastando apenas nos enviar o material.

Começamos com hangouts semanais que eram bem ruins, mas eles serviram para adquirirmos experiência. Com o tempo fizemos este site no qual começamos a escrever e gerar textos que são relativamente bons e usando do espaço “Somos todos Tanaka” conseguimos a contribuição de pessoas de fora do Tanaka e parcerias em iniciativas de textos coletivos com outros sites que nos apoiaram. Mas o principal motivo de orgulho do Tanaka são os podcasts. Eles representam totalmente a evolução do Tanaka nesse tempo. Começando com uma edição meia boca feita pelo Bonkoski, que teve que aprender a editar do zero, e evoluindo a cada programa, se tornando cada vez melhor em todos os aspectos e sempre contanto com convidados que apoiam e ajudam o Tanaka a crescer.

O Portal Tanaka é uma prova que um banco de desconhecidos podem se juntar e serem relevantes de certa forma, usando de seu esforço para produzir algo que lhes dá orgulho e mostrando que com esforço tudo é possível, basta acreditar e buscar produzir algo que te motive a continuar e te deixei feliz.

Parabéns ao Tanaka e obrigado a todos que nos apoiaram, incentivaram e motivaram a continuar buscando nosso espaço.

PERFIL

E para comemorar essa pequena data muito simbólica para o Tanaka,  convocamos todos membros da staff para comentar um pouco sobre a importância dessa data e do Tanaka em suas vidas.
O Igor Mendonça não pôde escrever por estar com problemas de saúde, mas fica um agradecimento em nome dele também.

Pedro Santos

O Portal Tanaka foi criado há 1 ano trás, mais especificamente com um canal do youtube. Nele, realizávamos hangouts inspirados no “Fala, Otaku” do Portal Genkidama, em que escolhíamos um tema relacionado a essa área de animê e mangá e o discutíamos, com convidados. Era algo sem compromisso, mal organizado e muitas vezes o resultado não era o que esperávamos, mas nós nos divertíamos, e isso nos bastava. Com o tempo, nós evoluímos e a expansão para outras áreas aconteceram, com a criação do blog, podcast e textos. Apesar de hoje em dia o canal estar abandonado, a essência do Tanaka está viva até hoje: interação. Nosso objetivo é, sobretudo, mostrar que todos podem produzir um conteúdo de qualidade e que deve ser recompensado pelo esforço, e isso inclui o público. Daí a ideia dos hangouts e podcasts com diversos convidados, e da sessão “Somos Todos Tanaka!” aqui do blog, que já está com uma boa quantidade de textos de outras pessoas e ainda contará com diversos projetos futuros. Do meu ponto de vista, não importa em que plataforma esteja o Tanaka, o importante é que essa essência esteja viva, já que é justamente ela que torna este projeto especial.

Agora de uma ótica mais pessoal, nesse ano que se passou passei a conhecer bem melhor as pessoas com quem já interagia. Elas não só me proporcionaram momentos de diversão e de conflito (como ocorre em toda amizade), mas valorizo tudo que aprendi com as mesmas. Não só do aspecto formal, como formatação de texto e questões de qualidade nas obras (e várias, VÁRIAS discussões sobre isso) mas também aprendi lições importantes para mim como pessoa, e acredito (espero) que eu tenha crescido com elas. Portanto, tenho de agradecer aos meus companheiros, não só por tudo que aprendi com eles, mas que também fazem este projeto acontecer e espero que dure por mais anos e anos.

bebopp

Leonardo Bonkoski

Um ano de Tanaka, um ano que esse bando de randons depressivos da internet se juntaram pra tentar produzir alguma coisa, quem diria que iria durar tanto tempo? A caminhada até essa data comemorativa foi dura, cansativa e estressante, mas ao mesmo tempo foi uma jornada divertida, prazerosa e muito marcante, uma experiência incrível que eu sou muito grato por vivenciar.

Entrei no Tanaka por intermédio do Zeferino que me veio com um link suspeito e quando eu me dei conta, eu estava numa sala de hangout com desconhecidos em uma conversa que durou cerca de seis horas. Desconhecidos que resolveram se juntar pra tentar fazer algo a sério e produzir alguma coisa a medida que nossa amizade ia crescendo a ponto de nos falarmos praticamente todos os dias e deles me ajudarem em momentos muitos difíceis de minha vida. O Tanaka me ensinou tantas coisas, ele me fez melhorar a parte de edição, eu tive que aprender a editar cast do zero (por algum motivo o Igor achava que design gráfico tinha relação com edição de som), melhorei minhas técnicas de edição de imagem e composição, eu posso dizer que tenho orgulho da parte visual do Tanaka, se não fosse o pulso firme do Igor eu tenho certeza que o Tanaka não seria o que é hoje, sim, ele pode me estressar e irritar às vezes, mas num geral, se não fosse a visão dele isso não teria dado tão certo. Mas tirando a parte técnica de edição, eu sou grato ao Tanaka por ter me ajudado a ser uma pessoa melhor.

Conheci pessoas incríveis que se tornaram amigos, conheci pessoas interessantes que também produzem para outros sites e por conta disso  tudo eu vivenciei situações que eu nunca imaginaria viver a um ano atrás. O Tanaka certamente foi uma importante fonte de crescimento pessoal e por isso seu sou muito grato e não me importo de passar horas editando ou virando madrugadas trabalhando em alguma coisa. A sensação de me sentir útil, a sensação de produzir algo, de ver algo que deu tanto trabalho ser lançado, é muito prazeroso, sinto orgulho de mim mesmo por fazer parte desse time e por estar trazendo conteúdos interessantes pra blogosfera. Podemos não ser os melhores, mas a união e o esforço que o Tanaka bota em seu trabalho é algo único que eu tenho certeza que não encontraria em outro lugar.

Obrigado Igor, Zeferino, Gabriel, João, Maycon, Sabaki, Padilha, Pedro, Dedeco por todo esse tempo junto! Obrigado Chell do Not Loli! Sergio do Chat Supremo, Fernando do Arcadia Reviews e Rogerio Martins por todas as conversas e que assim como tantos outros, apoiam o Tanaka.  Que esse seja o primeiro aniversário de muitos! e que cada vez mais possamos ganhar nosso espaço em meio a blogosfera a ponto de virar uma referência de qualidade. #SomosTodosTanaka.

sora

Rafael Araujo (Sabaki)

Como falar do Tanaka? É um lugar estranho com gente esquisita. Acabei conhecendo o pessoal completamente ao  acaso quando o Sr. Zeferino me mandou um link pra uma live e me recebeu com a seguinte pergunta: “Pico, Chico ou Coco?”. Qualquer ser humano em plena saúde de suas faculdades mentais sairia, mas acabei por ficar e conhecer todo o pessoal do Tanaka que adveio do lendário hangout de 6 horas.
Desde então formei laços de amizade com todos os membros do Tanaka e os que entrariam posteriormente, como o Gabriel Rocha. Descobri o quanto uma pessoa pode ser pau no cu com o Igor e como alguém pode ser gente fina como o Bonkoski. Eu era um completo estranho nesse meio que caiu de paraquedas nesse projeto e acabei formando amigos aqui. Espero que o Tanaka cresça ainda mais e que eu possa ajudar nisso no futuro, ainda há todo um universo de coisas a ser exploradas.

evangelion

Andre Dedeco

Ao contrário dos outros membros, eu não entrei nesse hangout que durou 6 horas, entrei apenas no terceiro hangout que eles fizeram, o qual teve 3 horas de duração. Lembro-me até hoje de entrar lá todo tímido e ouvindo o Leonardo Zeferino falando “Agora a pauta é mangás nacionais” e logo após o termino do vídeo ficamos conversando na sala por um tempo e depois de umas conversas foi percebido a vontade de alguns ali presentes de sair da pura zoeira e e tentar ganhar espaço na blogosfera manga-animística brasileira.

Nós criamos isso aqui com uma simples ideologia baseada numa piada naquele hangout gigante. Chegamos a conclusão que Tanaka é sempre o nome de um coadjuvante e raramente do protagonista, e como parte da brincadeira, nós nos consideramos que nem um Tanaka, nunca seremos um protagonista, daí a ideia da frase “Somos Todos Tanaka”. Com isso decidimos utilizar essa “piada” como a base de nosso canal (na época não tínhamos site e nosso canal está temporariamente “morto”) e permitir que todos aqueles que quisessem produzir conteúdo fossem bem vindos. Sempre  tínhamos um convidado aleatório em nossos hangouts semanais (que eram inspirados no Fala Otaku do Portal Genkidama). Mantemos até agora, em nossos tempos de blog, essa ideia. Permitimos que pessoas que não são da equipe principal do Tanaka Sentai postarem textos por aqui (como é o caso do Yang Shin e seus posts semanais de LOGH).

E a parte que eu mais queria falar: o Tanaka é uma reunião de pessoas que se conheceram pela internet e que compartilham uma profunda admiração por obras nipônicas. Temos gostos bem variados entre nós. Ao mesmo tempo que em nossas inúmeras discussões sobre qualidades de obras, artes e afins envolvendo a cultura nipônica, aprendíamos muito uns com os outros. Acima de aprendizado, posso dizer que considero esses “caras bizarros” (um deles viu Boku no Pico e ainda escreveu sobre, bizarro é pouco) como amigos, estamos sempre nos falando desde que nos conhecemos, seja por hangout, skype ou chat. Discutimos futuros projetos e outros meios de produzir conteúdo e pretendemos crescer ainda mais e ganhar alguma relevância. Será difícil, mas acredito que com esse circulo de amigos envolvido, será algo deveras divertido.

gintama


Zeferino

Ahhh, não sou bom com essas coisas, me acho simplório e realmente penso que se a vida fosse um anime, eu seria o cara que ajuda o cara que é capanga do vilão que é morto pelo coadjuvante que ajuda a namorada do herói a escapar.

Um dia quando estava me sentindo triste por alguns senpais não me notarem, e falando com um amigo meu meio bêbado que reencontrei em um grupo de anime após muito tempo sem termos contato, decidimos criar uma sala de hangout onde pudéssemos conhecer as pessoas do grupo, em especial as pessoas que conhecemos em um post sobre… bom, sobre coisas que otakus com distúrbios mentais falam. Enfim, assim nasceu o protótipo do Tanaka, pessoas que não se acham especiais e fingem ser falando sobre como amam animes (E ACREDITE NÓS REALMENTE AMAMOS). No princípio as pessoas se recusavam a entrar na sala, que aliás era a segunda, pois a primeira foi excluída por motivos de Igor Mendonça (para ouvir essa história aguarde a versão blu-ray). Como eu dizia, a segunda sala, que aliás, era também uma homenagem ao canal e página Genkidama (que admiro e agradeço muito por ter me dado as minhas primeiras noções de crítica e me transformou nesse pseudo-cult), se chamava “Fala Tanaka” (meu deus, eu devia ser processado por isso). Enfim, conheci nakamas que me acompanharam na jornada Tanaka… por que Tanaka? Ah, esse é um nome comum no Japão e presente em muitos animes, coadjuvantes Tanakas são comuns,  combina com a gente (decepcionado pela ideia idiota? Achou que seria o nome de algum amigo que morreu nos dizendo para continuar sem ele? Nãããããããooooo), a verdade é que de lá pra cá muitas coisas aconteceram, houveram quedas e despedidas, alguns Tanakas se foram desse mundo (do mundo dos círculos otaku, não do…você sabe, não do mundo, mundo mesmo) e conhecemos novos companheiros, mas essa história merece um post só pra ela.

Pra terminar eu gostaria de agradecer aos amigos que nos ajudaram e as pessoas que nos apoiaram. Eu marcaria todos vocês, mas cara, vai dar trabalho pra caramba, então muito obrigado #SeuNomeAqui

steins 2

Maycon Lucas

Qual a definição de ‘’putaria’’ ? Óbvio que se vossa mercê procurar em um dicionário, tu encontras um significado, mas para os dias contemporâneos a putaria mudou bastante do consenso geral. Mas qual é o meu significado de putaria ? Veja, não estou levando o sentido vulgar da palavra, estou apenas transpondo ela para uma forma usual socialmente falando, logo, se formos levar nesse sentido, podemos resumir ‘’putaria’’ em uma frase – Curtir com os amigos -.

Quando eu entrei no primeiro hangout do Tanaka (sim, aquele de 6 horas), eu simplesmente tinha em mente ‘’ poxa, vou poder conversar com o pessoal cujo eu sempre brinquei no facebook’’. E pra você leigo no assunto, sim, a maioria de nós se conhecia já no facebook, se conhecia muito superficialmente e tudo que fazíamos era brincar um com os outros, mas hoje eu posso dizer que aquele hangout mudou vidas. ‘’ Mudar vidas’’ é meio extremo mas é real, pois não só eu como muitas pessoas ali mudaram sua rotina, seus gostos e seus olhares perante todo aquele espaço o qual frequentávamos, e digo isso com orgulho, pois para as pessoas as quais eu já conhecia, eu pude conhecê-las melhor, e para as que eu não conhecia, eu tive a graça de conhecê-las.

Neste ponto do texto vocês já puderam entender que eu sou muito grato por aquele hangout, conhecer novas pessoas é sempre uma ótima experiência e participar de tudo isso é realmente fantástico. Sou grato por tudo e as horas que gastei me divertindo com essa galerinha do barulho, foi realmente algo mágico (gayyyy, Thomas vc é gayyyyy). Sim eu sou gay mesmo, muito na verdade, é por isso que posso falar que eu amo essa galerinha.

No fim, acabei não falando da importância no Tanaka para mim, certo? Bem, na verdade não é nada de mais, como foi dito, todos os momentos gastos me divertindo foram de muito proveito, mas logo quando eu comecei a participar deste projeto, eu estava entrando no ensino médio, e quem me conhece sabe o quão difícil é pra mim fazer novas amizades, ser íntimo e me ‘’liberar’’ melhor para as pessoas. No 1º ano do ensino médio não foi diferente. Então, eu tive dois espaços ocupados pela minha vida, uma na internet onde eu me divertia, por mais que neste momento eu ainda não considerava nenhuma amizade real, pelo menos servia de diversão para a minha pessoa; e o espaço de tentativas falhas de fazer amizades na escola, e falando sério, só no final do 1º ano que eu fui fazer amigos, então, realmente foi útil todo esse espaço por aqui. Como eu disse, eu não sou bom com palavras, ainda mais para pessoas que eu não conheço, a internet de certa forma me ajudou nisso tudo… a me soltar mais, talvez? Não sei, mas de alguma forma eu aprendi a conversar com essas pessoas que eu não tinha nenhuma intimidade, e esse costume foi meio que passado para a vida real… estranho? Não sei dizer se é estranho, mas eu sinto que algo do tipo aconteceu.

Hoje eu sou inativo no Tanaka, nem sei porque eu estou nesse post para falar a verdade, mas eu ainda converso e me divirto horrores com todos, o que só é mais uma prova de que a amizade realmente cresceu, e pra uma pessoa que não acreditava que se poderia criar amigos ‘’ de verdade’’ pela internet, fui surpreendido, pois considero cada um desse grupo e se dependesse de mim eu beijaria todos.

Por fim, o Tanaka virou um espaço de putaria pra mim, e eu estou feliz por ter um espaço como esse por aqui.

shirobako_8

Rafael Padilha

Ah, o Tanaka. Esse blog que me fez aprender muito e conhecer muita gente bacana hoje completa um ano de vida. Nesse tempo já temos uma certa experiência em hangout que foi onde começamos com o hangout de seis horas e criamos o nome pro blog. Depois de alguns hangouts, o Pedro veio com um vídeo chamado “Satoshi Kon Editing Time Space” do canal Every Frame a Painting, e foi por causa desse vídeo que passamos a investir em podcasts. Desde então, foram seis casts, alguns textos (polêmicos ou não) e assim seguimos. Que nesse segundo ano de Tanaka venham muitas coisas boas tanto para o blog quanto para esse bando de depressivos unidos que jamais serão suicidas.

ibara-no-oh-1

João Vitor

Caraca… já faz um ano!
Diferente deles, conheci o Tanaka quando estava no Genkidama, em um post de um cabloco perguntando sobre o porquê de não ter um canal feito por fãs ou coisa assim. E lá tinha o famoso link do canal postado pelo Igor Mendonça, com um ou dois hangouts e um vídeo review de Ai Mai Mi. Isso foi o suficiente pra eu adorar o canal e começar a acompanhar fielmente toda semana os dois hangouts que tinham, os falecidos Tanakama e WTS (que tinham as melhores tumbnails!).
Me lembro que os primeiros com quem eu comecei a conversar foi o Leonardo Zeferino, que me deu o título de “primeiro e único fã do Tanaka” e o Andre Dedeco, mas não me lembro o porquê! Mais pra frente fui conhecer o Bonkoski com quem eu mais converso… melhor polonês!
Daí foi crescendo, não só o meu contato com os tanakas, aonde todos são incrivelmente legais e gente boa, quanto o meu “fãzismo” e mesmo o próprio Tanaka. Paralisaram o YouTube (que tinha o melhor programa dele, o grandioso Tanakama de fetiches), conseguiram abrir o site (que ficou muito bonito e bem feito, diga-se de passagem), postaram o primeiro Tanaka Sentai (CADÊ O FEED? *meme interno*), os textos, algumas vezes polêmicos (um beijo, Pico) e por aí segue!
Fico muito feliz quando percebo que o que eles planejaram tanto está dando certo, hoje é o maior dia… está completando aniversário, mostrando que eles não desistiram e, um flashback de todos os planejamentos que fizeram e batalharam para que se colocasse em prática!
Para finalizar, agradeço pelo título… só estou esperando pra pegar um fotógrafo de cada um o mais rápido possível para que, no futuro, eu possa me vangloriar de primeiro fã e dos primeiros autógrafos, então fiquem famosos!
Um abraço a todos os Tanakas do portal, estou sempre desejando sorte e sucesso! E também a todos os Tanakas no mundo, pois Somos Todos Tanaka!

jão

Gabriel Rocha

Bem, acredito que eu fui o único que pegou o bonde andando, e nem sei ao certo aonde foi que ele parou para eu poder subir e continuar nessa viagem que hoje já comemora um ano de estrada, e por mais que um ano seja muito tempo, para mim passou tão rápido quanto um capítulo semanal de Bleach.

Conheci o Tanaka através de um link aleatório que vi na timeline de um grupo no facebook sobre mangás/animes com uma mensagem simples dizendo: “entrem aí quem quiser pra jogar conversa fora sobre os animes da temporada”. E com o esforço de um simples clique eu acabei conhecendo pessoas divertidas, inteligentes (pros meus padrões) e interessantes, que acabaram se tornando os meus melhores amigos. Não sei ao certo o motivo de me colocarem aqui, terão que perguntar isso ao Bonkoski já que ele foi o responsável, e olha só, vários meses depois e eu ainda estou aqui.

A proposta desse portal é de ser um espaço para qualquer pessoa poder expressar a sua opinião sobre qualquer assunto que deseja, seja referente a anime/mangá ou não, e fico feliz em saber que estamos alcançando esse objetivo. Com o tempo, mais pessoas virão escrevendo textos, produzindo vídeos ou participando do nosso podcast, que farão com que essa curva de qualidade de conteúdo desse blog apenas aumente.

O que começou como uma piada em meio de conversas descompromissadas feitas apenas por pessoas que gostavam das mesmas coisas em hangouts enormes e mal feitos (afinal, era só diversão) acabou se tornando uma marca, um símbolo, um significado para esses amigos e com muita vontade e principalmente esforço esse símbolo ainda vai durar por muito tempo, e quem sabe ele nunca morra.

Foi um bom primeiro ano, e como já mencionei outros melhores virão. Fico muito feliz em saber que farei parte desses anos futuros, porque faremos com que a mensagem desse carinha branco, gordinho de cabelo raspado e que nunca abre os olhos alcance várias pessoas, porque assim como ele, eu e você: “Somos Todos Tanaka”!

slam dunk.

E fica o agradecimento às pessoas que passaram pelo Tanaka e ajudaram no inicio do site mas que hoje não fazem mais parte da staff. Obrigado Thais, Felipe Eloi, Renan Amaral e Yuri Nomoto, vocês fizeram parte dessa historia e foram peças importantes na construção de todo o nosso caminho até aqui.

anime-happy-birthday-5

Anúncios

6 Respostas para “Um Ano De Portal Tanaka

  1. Saudações

    Estou acompanhando o blog desde que a parceria com o NETOIN! foi formalizada e, honestamente, é muito gratificante ver este espaço na internet comemorando o seu primeiro aniversário.

    Levem isto com muita responsabilidade pois, dada a enxurrada de blogs que não conseguem chegar ao primeiro ano de atividade, vocês já podem considerar mais do que vencedores.

    Anseio, humildemente, que o Portal Tanaka possa comemorar mais aniversários pela frente. E espero que isto ocorra da maneira com a qual o trabalho da equipe vem sendo feito.

    Parabéns á todos e sucesso.

    Até mais!

    Curtido por 2 pessoas

    • cara, é realmente motivador ter um comentário de apoio(sério, não to brincando, correu uma lágrima aqui) obrigado por se dar ao trabalho de comentar, esse breve comentário já nos da forças pra nos arrastarmos mais um pouco, sim, nos arrastamos, como vc disse existe uma enxurrada de blogs do gênero e e sabemos a sorte que temos por completar um ano, mas não vamos desistir. quanto a organização, temos muito que melhorar ainda, temos planos de conteúdo mas não achamos correto criar qualquer coisa e empurrar pra vcs como conteúdo, acredite ou não soms rigorosos nisso, o que leva a muitos textos esquecidos como rascunho, muitos mesmo, só eu tenho 13 textos que nunca sairam da gaveta, esperamos que possamos pouco a pouco lhes entregar algo que lhe proponha um pouco de entreterimento, conhecimento e até umas piadas ruins, fazemos isso pq amamos, bom as piadas ruins é sem querer mesmo.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s